ALO PNEUS
PRISÃO

Polícia prende suspeito de matar ex-companheira a facadas após ameaçá-la de colocá-la “em um saco preto”

Vítima tinha terminado o relacionamento há mais de um ano, mas era constantemente ameaçada pelo suspeito. Prisão preventiva já havia sido decretada antes de ele se entregar

02/07/2024 16h28
Por: Redação
Foto: reprodução
Foto: reprodução

Nesta terça-feira, 2 de julho, a polícia prendeu Francisco Jefferson Mendes Vilante, suspeito de cometer feminicídio ao matar sua ex-companheira, Josilane da Silva Moreira, de 37 anos, em Teresina, no domingo, 30 de junho. Segundo a delegada Nathália Figueiredo, do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), o suspeito se entregou às autoridades, mas sua prisão preventiva já estava decretada.

A vítima foi assassinada a facadas em sua residência, localizada no Conjunto Leonel Brizola, na Zona Norte de Teresina. A polícia informou que o suspeito deixou sua casa durante a madrugada de domingo, informando à própria mãe que pretendia matar a ex-companheira.

Após receber o aviso da mãe do suspeito, a filha de Josilane foi até a casa da mãe e a encontrou morta. "Durante a madrugada, a mãe dele ligou para a filha da vítima e pediu para que ela fosse até a residência verificar o que tinha acontecido. Quando a filha chegou, encontrou a mãe morta", relata o delegado.

Josilane Moreira foi morta a facadas pelo ex em Teresina

Segundo o relato da mãe do suspeito, ele saiu de casa por volta das 2h da manhã com a intenção de cometer o crime. Ao invadir a residência de Josilane, ele desferiu pelo menos 12 facadas contra ela. A polícia informou que, na segunda-feira, 1º de julho, o homem estava perseguindo a ex-companheira, não aceitando o fim do relacionamento, que havia terminado há mais de um ano. O suspeito já tinha um histórico de agressões contra a vítima.

"Ele ameaçava a vítima por mensagens, dizendo que ia colocá-la em um saco preto", destaca o delegado Francisco Costa, conhecido como Barêtta, coordenador do DHPP.

O delegado informou ainda que o atual companheiro de Josilane, Luiz Vitorino da Silva, também foi esfaqueado, mas sobreviveu ao ataque e foi internado no Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

O crime

Josilane da Silva Moreira foi morta a facadas dentro de sua casa na manhã de domingo, 30 de junho, no Residencial Leonel Brizola, na Zona Norte de Teresina. Seu ex-companheiro é o principal suspeito e teria esfaqueado também o atual companheiro da vítima, que foi levado ao hospital.

Mulher é morta a facadas dentro de casa; ex-companheiro é suspeito do crime — Foto: Divulgação/PMPI
Foto: Divulgação PM-PI

Segundo o 13º Batalhão de Polícia Militar (BPM), Josilane e o suspeito haviam terminado o relacionamento há mais de um ano, mas ele continuava a ameaçá-la frequentemente.

Durante o ataque, Josilane estava em casa com seu atual companheiro. Ambos foram esfaqueados, mas apenas Josilane não resistiu aos ferimentos.

Na cena do crime, a polícia encontrou a faca utilizada, ainda com manchas de sangue, e a carteira de motorista do ex-companheiro de Josilane. O suspeito estava sendo procurado pela polícia até sua prisão.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias