ALO PNEUS
PRISÃO

Jovem que matou a mãe por herança em Guarujá é preso após três anos foragido

o crime aconteceu na casa da família em Guarujá (SP) em dezembro de 2020

08/07/2024 18h16Atualizado há 5 dias
Por: Redação
Foto: reprodução
Foto: reprodução

Bruno Eustáquio Vieira, acusado de assassinar a própria mãe, Márcia Lanzane, em dezembro de 2020, na casa da família em Guarujá (SP), foi preso nesta segunda-feira (8/07) após três anos foragido. O crime teria sido motivado por interesse na herança da vítima.

Segundo investigações, o jovem matou a mãe com frieza e premeditação. Câmeras de segurança registraram a luta corporal entre Bruno e Márcia antes da execução. O rapaz, na tentativa de ocultar as provas, escondeu as imagens das câmeras.

No dia seguinte ao crime, Bruno simulou não ter conhecimento do fato. Ele saiu de casa, retornou e ligou para a polícia, alegando que sua mãe havia sido assassinada durante sua ausência.

Foragido por três anos, Bruno foi finalmente preso nesta segunda-feira. A Justiça o havia pronunciado pelo crime em janeiro deste ano. O caso segue em andamento.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias