ALO PNEUS
GOLPE

Cliente acusa empresa de consórcios de Teresina de aplicar golpe em compra de imóvel

Karen, 32 anos, relata pesadelo ao tentar realizar sonho da casa própria

09/07/2024 16h32Atualizado há 3 dias
Por: Redação

A empresária de buffet infantil, Karen Costa de 32 anos, acusa a empresa Multimarcas Consórcios de aplicar um golpe contra ela e negar reembolso.

Segundo relato de Karen ao Teresina em foco, em busca de um imóvel, ela encontrou um anúncio da empresa na rede social Facebook, no marketplace da plataforma, entrou em contato com um consultor pelo WhatsApp e, junto com seu esposo, agendou uma visita à empresa.

Na empresa, Karen e seu esposo são recebidos pelo consultor e um supervisor. No mesmo dia, segundo Karen, a aprovação é feita e a garantia de contemplação na primeira assembleia é oferecida, desde que a entrada seja paga imediatamente.

Apesar dos receios em relação aos altos juros, Karen e seu esposo foram convencidos pelas mensagens insistentes do consultor, que asseguravam a contemplação, o retorno do investimento e a realização do sonho da família.

Em uma segunda visita à empresa, Karen e seu esposo conversam com o mesmo consultor e outro supervisor. A garantia de contemplação é reafirmada, dessa vez com um valor menor, mas a empresa insiste em um valor maior para o casal.

Após algumas negociações, o esposo de Karen assina o contrato, com a promessa de que a parcela será reduzida após a assembleia. No entanto, após a primeira e segunda assembleias, a contemplação não acontece.

Diante da falta de cumprimento das promessas, Karen e seu esposo solicitam o reembolso integral do valor pago. A empresa, porém, nega o pedido, impondo uma multa abusiva de 20% por quebra de contrato e oferecendo duas opções: entrar no grupo de desistentes ou esperar o fim do grupo, ambas com a multa já descontada.

"Estou altamente frustrada", desabafa Karen. "Meu esposo entrou nessa para realizar meu sonho, que era uma casa para meus filhos. Um investimento para o futuro deles", afirma.

A empresária, se manifestou em suas redes sociais, e mostrou ao Teresina em foco um áudio de um dos funcionários da empresa, lhe garantindo não se tratar de um golpe, confira:

Karen recorreu à justiça e relata ter descoberto que a empresa já possui um histórico de 45 anos de atuação com esse tipo de prática, colecionando centenas de processos.

Boletim de ocorrência obitdo com exclusividade pelo Teresina em foco.

"O conselho que eu dou é: não confie no ser humano! Ele mente, engana e dormem de consciência tranquila", alerta Karen. "Inclusive ainda vejo os status do consultor que me atendeu, fazendo mais vítimas. É horrível a sensação de impotência. É uma empresa que aplica golpe nacionalmente e nada acontece", relata.

Para evitar cair em golpes semelhantes, Karen orienta os consumidores a serem cautelosos, pesquisarem a fundo a empresa antes de qualquer negócio e desconfiarem de promessas que parecem boas demais para ser verdade.

Além disso, ela informa que existe um grupo no Instagram onde outras vítimas da empresa se reúnem para trocar informações e se apoiarem mutuamente.

O PORTAL TERESINA EM FOCO ESTÁ A DISPOSIÇÃO PARA DAR A EMPRESA MULTIMARCAS CONSÓRCIOS O SEU DIREITO DE RESPOSTA.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias