Segunda, 24 de Janeiro de 2022
31°

Poucas nuvens

Teresina - PI

Educação Educação

UFPI deve regularizar semestres acadêmicos apenas em 2023, diz vice-reitor

Para isso, uma das medidas a serem adotadas é a redução do calendário acadêmico, como aconteceu ao longo de 2021 durante a pandemia da covid-19.

12/01/2022 às 17h18 Atualizada em 12/01/2022 às 17h23
Por: Tiago Andrade Fonte: Cidade verde
Compartilhe:
Foto: Arquivo cidade verde
Foto: Arquivo cidade verde

Mesmo com retorno das aulas em forma híbrido, com aulas presenciais e remotas, previstas para o próximo dia 7 de fevereiro, a Universidade Federal do Piauí (UFPI) só deve normalizar os períodos acadêmicos dos cursos de graduação em 2023. Para isso, uma das medidas a serem adotadas é a redução do calendário acadêmico, como aconteceu ao longo de 2021 durante a pandemia da covid-19.

“Vamos começar 2021.2 em fevereiro e concluí-lo no dia 17 de maio. Em junho iniciaremos 2022.1 e acredito que no próximo a gente inicie nosso período como sempre começamos [...] normalmente começamos em maio e vai até julho, mas estamos fazendo essa antecipação, como no semestre passado, para que possamos colocar o calendário junto com os períodos, sem prejuízo na qualidade do ensino”, informou o professor Viriato Campelo, vice-reitor da instituição de ensino.

Por conta de todas as restrições impostas pela crise sanitária causada pela covid-19, somente 240 das 5.600 turmas da UFPI mantiveram suas atividades, em ensino híbrido, contemplando cerca de mil dos mais de 22 mil estudantes matriculados na instituição. Para a retomada das aulas, as diversas instâncias universitárias discutem desde setembro do ano passado a elaboração de um plano para um retorno seguro de professores, alunos e técnicos. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias