Segunda, 24 de Janeiro de 2022
31°

Poucas nuvens

Teresina - PI

Geral Vacinação infantil

Chegam ao Piauí as 20 mil doses de vacina da Pfizer para iniciar imunização de crianças

As doses eram para ter chegado hoje pela manhã em Teresina, mas em virtude da tripulação testar positivo para a covid-19, as doses foram deslocadas para outra companhia aérea.

14/01/2022 às 19h22
Por: Tiago Andrade Fonte: Sesapi
Compartilhe:
Foto: Adcom/Sesapi
Foto: Adcom/Sesapi

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) recebeu,na tarde desta sexta-feira (14), o primeiro lote de vacinas pediátricas da Pfizer para imunizar crianças de 05 a 11 anos contra a Covid-19 no Piauí. São 20 mil e 200  doses que já deveriam ter chegado ao estado, mas o voo foi cancelado em virtude da tripulação ter testado positivo para o coronavírus. Em novo comunicado, o Ministério da Saúde informou o novo horário do voo para o Piauí trazendo as vacinas, que já estão na Rede de Frio para distribuição.

O governador Wellington Dias celebra a chegada das vacinas para as crianças e reafirma o compromisso do Governo do Estado para vacinar os piauienses. “Essa chegada é muito importante, estamos alinhados com os municípios para fazermos rapidamente. Seguimos a ciência e o nosso objetivo é salvar vidas e, nesse caso, salvar vida de crianças. Vamos seguir a regra, vacinando primeiro as crianças com comorbidades, mas vamos a partir do critério da idade vacinar todas as nossas crianças”, disse. 

O secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, explica que a Sesapi tem logística para distribuir as doses aos municípios até 12 horas após a chegada. "Amanhã nossas equipes já farão as entregas dos imunizantes para as Regionais de Saúde, onde os municípios poderão fazer a retirada”.

O Ministério da Saúde estima que 331.432 crianças nesta faixa etária devem ser imunizadas no estado."Pedimos aos nossos gestores municipais que organizem suas equipes para que a vacinação das crianças aconteça de forma ágil e segura", reforça o secretário. 

A vacinação para este público será realizada com o imunizante da Pfizer, único, até o momento, autorizado para aplicação no público infantil pela Agência Nacional Vigilância Sanitária (Anvisa). O intervalo entre a primeira e segunda dose é 8 semanas. Para vacinar, é necessário que pais ou responsáveis acompanhem as crianças até o local de aplicação.

A vacinação deverá ser iniciada por crianças com comorbidades, acamados, com deficiência permanente, indígenas, quilombolas e depois de forma decrescente para público em geral.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias