Domingo, 22 de Maio de 2022
31°

Poucas nuvens

Teresina - PI

Cidades Show cancelado

Com cachê de R$ 550 mil, juiz manda cancelar show de Wesley Safadão em São Pedro do Piauí

Cantor seria a atração principal do aniversário da cidade, programado para ocorrer em 20 de junho

28/04/2022 às 17h40
Por: Kassio Cavalcante
Compartilhe:
Com cachê de R$ 550 mil, juiz manda cancelar show de Wesley Safadão em São Pedro do Piauí

O juiz Ítalo Márcio Gurgel de Castro determinou a suspensão do show do cantor Wesley Safadão em São Pedro do Piauí. O evento está marcado para ocorrer no dia 20 de junho e segundo o Ministério Público, o município desembolsaria R$ 550 mil para um show de 1h e 20 minutos do artista na cidade. Nesta semana, o prefeito Júnior Bill (PP) informou que o evento seria pago com recursos próprios do município.

 

A ação civil pública que resultou na decisão liminar foi assinada pelo Promotor de Justiça Nielsen Silva Mendes Lima. A decisão do juiz foi proferida nesta quinta-feira (28).

 

 

A liminar determina também ao prefeito e ao município que não se promova qualquer pagamento decorrente do contrato firmado com o artista, para a festividade do aniversário da cidade, incluindo-se gastos acessórios como montagem de palco especial, iluminação, som, recepção, alimentação, hospedagem, abastecimento de veículos de artistas ou pessoal de apoio, dentre outros, e ainda, abstenham-se de contratar outro artista da mesma magnitude, considerando-se o vultoso valor a ser pago.

 

Além disso, o município e o chefe do Poder Executivo devem adotar providências, no prazo de 24 horas, a contar da intimação, para fazer constar na página principal do seu sítio eletrônico, aviso de cancelamento do show, a fim de conferir a publicidade necessária à população local, a qual, legitimamente, possui o direito de ser informada dos atos de interesse público.

 

Em caso de descumprimento da decisão, o prefeito de São Pedro do Piauí, José Maria de Aquino Júnior, sofrerá a aplicação de pena de multa diária no valor de R$ 10 mi

 

De acordo com o promotor titular, Nielsen Silva Mendes Lima, São Pedro do Piauí enfrenta grande precariedade em serviços básicos, não sendo portanto compatível com a realização de um grande evento.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias